Antevisão: «Descaradamente Infiéis» – A infidelidade masculina pelo olhar de sete realizadores

Depois do sucesso de O Artista (que arrebatou cinco Óscares e outros tantos prémios) e de Amigos Improváveis (recordista de bilheteira em França e com grande sucesso além-fronteiras), o cinema francês continua a dar cartas. Descaradamente Infiéis (Les Infideles, no original) é uma comédia francesa de humor negro que estreia esta quinta-feira nas salas de cinema portuguesas. Distingue-se da maioria dos filmes pelas suas características peculiares: foi produzido por sete realizadores diferentes, responsáveis por cada uma das curtas-metragens que o compõem.

A ideia é simples: explorar o tema da infidelidade masculina através de várias perspectivas e cenários. Inicialmente idealizado por Jean Dujardin e Gilles Lellouche, o filme conta ainda com a realização de Michel Hazanavicius (também realizador de O Artista), Alexandre Courtès, Fred Cavayé, Emmanuelle Bercot e Eric Lartigau.

Jean Dujardin e Gilles Lellouche, para além de assumirem o comando atrás das câmaras, também dão vida às várias personagens que, de uma forma ou de outra, serão, de facto, descaradamente infiéis. Depois de ter triunfado pela mão de O Artista e o mesmo lhe ter garantido um Óscar de Melhor Actor, é com curiosidade e expectativa que se aguarda a performance de Dujardin numa obra polémica e tão distinta da que o glorificou. Lellouche acompanha-o nesta aventura, depois de ter participado em mais de trinta filmes franceses, dos quais se destaca Pequenas Mentiras entre Amigos.

Apesar de ser diferente do habitual, o registo de Descaradamente Infiéis e a sua construção em sketches não é uma inovação. Este género de película remonta aos anos 70, altura em que as comédias italianas fizeram sucesso. Para Dujardin, a principal referência é, aliás, Os Novos Monstros, filme de 1977 que seguia os mesmos parâmetros.

Sendo uma comédia que retrata um tema tão polémico como o adultério, não admira que tenha dado azo a alguma controvérsia. Em França (onde estreou no passado mês de Fevereiro), Descaradamente Infiéis gerou polémica ainda antes da estreia. Os cartazes promocionais do filme tiveram mesmo que ser retirados de circulação perante a pressão de algumas associações feministas, alegadamente por mostrarem uma imagem degradante da mulher, apresentando-as como um objecto sexual.

Descaradamente Infiéis estreia hoje nos cinemas portugueses Entretanto, fica uma amostra do que se pode esperar no trailer em baixo.

NOS CINEMAS A 3 DE MAIO

Deixar uma resposta

O seu email não será publicado. Campos de preenchimento obrigatórios *